Claudia Lara
TEXTOS
LINHAS CONSONANTES - EMERSON PERSONA / FRANCIS RODRIGUES


Claudia de Lara faz uso de recortes da paisagem urbana e seus espaços arquitetônicos para pensar, idealizar e produzir pintura.

Para cada ponto de vista apresentado, são mostrados enquadramentos de ângulos variados, aglomerados pictóricos sem hierarquia, nos quais linhas, campos geométricos e manchas de cor convivem em um meio caótico. Tudo tem importância e se mantém equalizado, propiciando um olhar que não se detém apenas em uma parte da superfície da tela.

Através dos elementos geométricos e das grades presentes nas pinturas, são criadas “ossaturas” que sustentam e possibilitam a conexão entre fragmentos e ruídos. Essas tramas geram jogos de sobreposições entre formas e cores saturadas, criando dinâmicas visuais contrastantes, descaracterizando lugares específicos e propondo rupturas entre figuração e abstração.

Claudia pensa seu processo criativo fazendo uso de imagens fotográficas, captadas e manipuladas digitalmente por ela, como algo possível de sofrer alterações, tendo sua própria autonomia pictórica na construção da cor e forma.

Em sua obra, ela trata os espaços arquitetônicos não apenas como imitação, mas sim como um modo de olhar para o mundo e pensar a pintura.


* EMERSON PERSONA / FRANCIS RODRIGUES - 2014

 

Direitos Reservados - Claudia Lara

By Arte Macao