Claudia Lara
TEXTOS
A ALMA DAS ESTRUTURAS - JOEL SAMWAYS NETO

Estruturas de aço, estruturas de ferro, hastes que, com soldas, encaixes e pinos armam sustentáculos, suportes, prumos de boa parte da história do homem constructor.

A pintura da artista plástica Claudia de Lara realça a estrutura das estruturas, o metaprocesso das armações que organizam espaços estruturados finitos, que permitem o fluxo dinâmico dos transportes, que engendram alavancas e que deslocam pontos de força. Assinala, em cores vivificantes, o movimento das partes , das partículas, harmonizando-as de modo a anunciar um todo, metamorfoseado em inúmeras totalidades.

A partir de imagens fotográficas, capturadas em instantes inspirados, a artista trabalha digitalmente recortes escolhidos com muito cuidado.E realiza a alquimia reveladora da alma desses impressionantes esqueletos metálicos. O resultado é a demonstração que seu olhar clarividente percebe e sua pintura estetiza. A composição geométrica ganha então uma terceira, quarta, quinta, quantas dimensões o observador se permitir enxergar. E nas cores, o calor, o pulsar, o timbre das forças que, ludicamente, somam-se, contrapõem-se, vergam e tensionam, para promover uma outra singular aventura estética.

É um modo peculiar de ver a vida presente na estrutura das estruturas. Estrutura atômica, estrutura subatômica, estrutura micro-cósmica de tão belas hastes de sustentação.

* Joel Samways Neto - escritor - abril de 2014

Direitos Reservados - Claudia Lara

By Arte Macao